SYLE

SERVAS Youth Language Experience

O SYLE (Servas Youth Language Experience) é um programa de intercâmbio cultural através de imersão cultural do jovem em um outro país no intuito de aprender uma nova língua estrangeira. O projeto foi criado em 2006 pela organização internacional SERVAS e foi alvo de um projeto piloto no mesmo ano em Rosário, Argentina.

O projeto vem se tornando cada vez mais sólido, organizado e abrangendo um maior número de países. No ano passado, em 2010, houveram dezenas de jovens SERVAS pelo mundo participando de projetos SYLES em diversos países. Tivemos uma jovem Argentina, Maria Sol, no Nordeste Brasileiro enquanto um brasileiro, Marcel Ribeiro Dantas, desfrutava do sul da Itália.

O programa é coordenado pela coordenação jovem (SERVAS Youth) aliada a coordenação SERVAS local, com supervisão do SERVAS Youth International. Tem duração média de quatro semanas, com atividades culturais, aulas do idioma, passeios turísticos e convivência com o dia-a-dia regional.

O SYLE é um programa gratuito para membros SERVAS. O jovem terá apenas que arcar com os custos próprios, de transporte, plano de saúde (opcional, dependendo do país) e demais gastos. Em alguns SERVAS, como o estado-unidense, existem bolsas de auxílio para pessoas desprovidas de condições financeiras. Infelizmente, na maioria dos SERVAS não existe esse auxílio financeiro para realização do SYLE.

Depoimentos:

“Amigos, saudamos a todos, externando o nosso prazer em ter recebido a Sol aqui em Petrolina-PE em Janeiro-Fevereiro/2011! Para sua estadia, planejamos um roteiro para que Sol pudesse conhecer um pouco das maravilhas do nosso sertão pernambucano, em especial o Vale do São Francisco.
Os integrantes servas e seus familiares proporcionaram a Sol, além de agradáveis almoços e jantares, passeios na Ilha do Rodeadouro; na cidade de Juazeiro/BA; na Hidrelétrica de Sobradinho/BA; na Associação de Exportadores do Vale do São Francisco (Valexport), na fazenda Agrobrás, no Assentamento Terra da Liberdade, na Associação das Mulheres Rendeiras e nas noites das cidades de Petrolina/PE e Juazeiro/BA.”

Grupo Servas – Petrolina/PE, que organizou o SYLE da jovem argentina Maria Sol.

“Eu moro em Rosario (Argentina), tenho 22 anos e sou estudante de Relações Internacionais. Conheci Servas através de um colega da universidade, meu amigo Pablo Chufeni, quem é um membro ativo da organização. Desde o primeiro momento concordei com a finalidade principal que é promover a paz mundial, e com a forma de levar a cabo esse objetivo que é gerando laços de amizade que atravessam fronteiras (entre as pessoas que viajam e as pessoas que hospedam), não é só uma convicção pessoal, também é profissional.”

Maria Sol, jovem argentina que realizou o SYLE no Brasil.

“Quando organizava minha viagem para a Itália, no final de outubro, cheguei a estudar frases básicas como “come ti chiami?”, “come stai?”. Quase um mês depois, convivendo com minhas queridas famílias italianas, me atrevi a escrever um texto em seu idioma sobre minha experiência no SYLE (Servas Youth Language Experience) – parcialmente traduzido aqui. Claro, parte da ousadia foi para tentar expressar no idioma local o prazer de conhecer uma cultura tão rica e divertida como a do sul da Itália.”

Débora Didonê, jovem brasileira que realizou o SYLE na Itália.